top of page

Casa, crianças, quintal e... cachorro!


Seguindo no tema dessa nova tendência de viver melhor, não poderíamos deixar de falar dos animais de estimação!


Qual a criança que nunca sonhou em ter um cachorro?


Além do mais, a relação entre animais de estimação e crianças têm uma infinidade de benefícios!


Neste momento, um mundo de pensamentos e uma enxurrada de informações invadem a cabeça dos pais à procura do pet ideal.


A primeira questão importante é a consciência de que um cachorro é uma opção de longo prazo. Todos já sabemos sobre as condições para adotar ou comprar um cachorrinho.


E, optando pela compra, o ideal é pesquisar bastante sobre as raças, para encontrar aquelas que se identifiquem mais com o perfil da família, e também sobre os canis especializados e com bom conceito entre os especialistas, e de preferência listados pela Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC).


Hoje em dia a oferta é muito grande e é preciso prestar muita atenção nos detalhes para fazer a escolha certa.


Um dos fatores que deve ser levado em consideração é o espaço. Para as famílias que vivem em apartamentos, as raças mais indicadas são normalmente as de pequeno porte, como Poodle, Pug, Bichon Frisé, Cavalier, Yorkshire Terrier, Schnauzer, Chihuaua, Lulu da Pomerânia, Shitzu e Maltês.


Agora, diante da reformulação das nossas vidas no pós pandemia, com oportunidades surgindo em home office - havendo a possibilidade para muitos de nós de se desligar dos grandes centros urbanos -, aqueles que venham a morar numa casa em condomínio, com quintal e mais espaço, acabam tendo opções para a escolha de raça ainda maiores (em todos os sentidos).


Quando se fala em casa e quintal, normalmente as raças mais indicadas e pensadas são as grandes, como Setter inglês, Setter irlandês, Golden Retriever, Labrador, Husky Siberiano, Boxer, Akita, Mastins, Border Collie, Pastores, entre outros.


Por outro lado, embora os cães de maior porte também sejam muitíssimo indicados para o convívio com crianças, podem acabar sendo mais trabalhosos, no sentido de cuidados com banho, pelo, alimentação e também quantidade e qualidade de interação e convívio com os donos.


Uma raça pouco conhecida mas muito adaptável tanto às casas e quintais como aos apartamentos é o Basenji. Um cachorro de porte médio, independente, mas também dócil e companheiro, e muito fácil de lidar.


O Basenji é um cachorro rústico e forte, ao mesmo tempo em que esbanja elegância e delicadeza. Alia a facilidade com os cuidados diários (pelo curto, sem trocas ou necessidade de corte) com uma personalidade não dependente dos donos (pode ser criado dentro ou fora de casa, e suporta sem sofrimento maiores períodos sem a presença da família enquanto estão no trabalho ou na escola).


O Basenji, apesar do porte médio, também é um cachorro bastante robusto, ágil e rápido, sem ser hiperativo.


Se acostumado com o convívio em família e crianças, pode se tornar um companheiro doce e muito fiel (para melhores informações sobre a raça, sugerimos consultar o site do criador Savio Steele, do Canil Itapuca).


Este é o caso do Pingo, nosso Basenji tricolor de 9 meses! Muito veloz, dá satisfação vê-lo correndo com as crianças descalças pela rua!


Ele também é um super companheiro para as caminhadas diárias. Preguiça não é com ele!


Quem sabe também falte por aí um pet estiloso e mais proximidade com a natureza?


Que tal descobrir o Basenji? Você irá se surpreender com as características desse cão de origem primitiva!



Fotos: Priscilla Mondini / MIIRA / Rufino


Fotos: Mídia do Wix




A MIIRA busca o imóvel certo para você comprar, no interior e litoral de SP. E ainda conta com profissionais internos e parceiros para a construção.




Referências:









Comentarios


bottom of page